segunda-feira, 16 de maio de 2011


 “Fui ficando só, sem cuidados. Todos os que
nos cuidavam tomaram outros rumos e,
com eles, foi-se o carinho de que eu vivia.
De novo voltam preocupar-se comigo não por cuidado, mas por medo.
Porque me tornei um incômodo.
A criança que fui chora na estrada.
Deixei-a ali quando vim ser quem sou...
Quero ir buscar quem fui onde ficou.
Quero poder imaginar a vida
como ela nunca foi,
e assim vivê-la vívida e perdida,
num sonho que nem dói.”
                                                         Fernando Pessoa
<object width="353" height="132"><embed src="http://www.goear.com/files/external.swf?file=d3dd0fd" type="application/x-shockwave-flash" wmode="transparent" quality="high" width="353" height="132"></embed></object>

Um comentário:

  1. Grupo atividade considerada realizada!
    Verifiquem o link por favor!
    Abraços

    ResponderExcluir